A | A | A
O Vice-ministro de Desenvolvimento, Arvinn Gadgil assina acordo com o BID no Brasil. À direita Ana María Rodríguez, Chefe de Desenvolvimento do banco. (Foto do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Noruega)O Vice-ministro de Desenvolvimento, Arvinn Gadgil assina acordo com o BID no Brasil. À direita Ana María Rodríguez, Chefe de Desenvolvimento do banco. (Foto do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Noruega)

Novo acordo com o Banco Interamericano de Desenvolvimento

Última actualização: 27.11.2012 //

A Noruega apoia a luta da América Latina contra a corrupção e aprende sobre as políticas brasileiras para reduzir desigualdades

Desde 2007, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) tem contribuído fortemente para combater a lavagem de dinheiro, evasão fiscal, exploração ilegal de recursos naturais, e o fortalecimento da auditoria e controle na América Latina e no Caribe. A Controladoria-Geral da União- CGU, com o apoio do BID, detectou anteriormente, entre outras, fraudes em licenças de pesca, controle inadequado de financiamento de construções de estradas e pagamentos incorretos de subsídios.

A Noruega tem concedido apoio financeiro à este importante trabalho nos últimos três anos com NOK 30 milhões (aproximadamente R$ 11 milhões), e a partir de 8 de novembro deste ano, um novo acordo prevê o aumento do financiamento com mais NOK 14 milhões (aproximadamente R$ 5 milhões), por meio de um novo fundo.

Durante a Conferência Internacional Anticorrupção, em Brasilia, no início de novembro, o vice-ministro Arvinn Gadgil assinou o novo acordo com o BID no Brasil, onde a Controladoria-Geral da União- CGU, com o apoio do BID, detectou anteriormente, entre outras, fraudes em licenças de pesca, controle inadequado de financiamento de construções de estradas e pagamentos incorretos de subsídios.

O apoio da Noruega faz parte da política do Governo norueguês por uma distribuição de renda mais equitativa nos países em desenvolvimento. Durante a sua estada em Brasília, o vice-ministro teve reuniões com Intituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), bem como Secretaria de Assuntos Estratégicos (SEA), para discutir a experiência brasileira na aplicação das políticas para reduzir desigualdade.

O Vice-ministro de Desenvolvimento, Arvinn Gadgil, e a Embaixadora da Noruega, Sra. Aud Marit Wiig.

O Vice-ministro de Desenvolvimento, Arvinn Gadgil, e a Embaixadora da Noruega, Sra. Aud Marit Wiig.


Bookmark and Share